Mil fitas…

Eu não imaginava que tinha tanta coisa pra escrever. Tava tudo encaixotado em alguma parte da minha mente. E desde o momento que abri a caixa não para de fervilhar histórias que quero contar. Aí paro e penso: – Humm não, essa é muito triste, ou pera essa vai me dar vergonha.

Desnudar a mente e o coração tem lá seu preço, mas tá divertido. Pelo menos eu posso fingir que ninguém tá lendo.

Nesses 41 anos de vida eu já vivi coisas demais. Cada perrengue que olha, não sei como sobrevivi. Eu lembro de pelo menos três situações que eu não morri por pouco. Nas três eu tinha culpa.

Ok, eu tenho problema em culpar os outros. As vezes eu carrego culpa que nem é minha, porém eu sei que eu fui muito irresponsável em muitos momentos da minha vida. Vocês vão saber quando eu contar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s