Querido diário…

Esse homem era tudo de lindo na minha época

Minha irmã foi lá na casa da minha mãe ano passado e me trouxe um diário meu da época que eu era mocinha, pra ser mais exata de 22 anos atrás.

Eu tô aqui morrendo de vergonha alheia dos textos melhosos e dramáticos. Jesus eu era um poço de drama, engraçado que tem um texto que diz: ” Eu não sou adolescente, mas já fui um dia…” Caralho eu tinha 20 anos. Eu era adolescente sim! Vontade de me estapear.

Jesus me chicoteia.

Essa aí é eu escrevendo o nome do meu ex marido numa página inteira. Cadê uma máquina do tempo pra eu ir lá dar na minha cara?

Então crianças antigamente quando a gente não tinha acesso a internet tinha que copiar a mão as letras das músicas que a gente gostava.

Funcionava também arrancar a página de uma revista que tinha uma tradução de música.

Tem muita página de revista colada aqui. Trocentas letras de músicas que eu nem lembrava que eu já gostei um dia.

Vou transcrever abaixo um texto que achei aqui, depois comento.

Faz tempo que não coloco no papel minhas ideias, mesmo porquê eu não tenho tido muitas ultimamente.

Minha vida anda numa rotina tão grande que eu passo a pensar como uma máquina: Acordar, cuidar das crianças, lavar roupas, fazer almoço, cuidar das crianças, arrumar a casa, cuidar das crianças, dormir, cuidar das crianças, acordar… Tudo nessa ordem, qualquer coisa fora disso é novidade a ser comemorada.

Mas eu estou percebendo que está nascendo em mim de novo a vontade de escrever e isso é bom porquê eu adoro escrever mas perdi a inspiração.”

Aí caralho agora eu tô chorando com dó de mim mesmo, da eu que já morreu. Queria contar pra ela que eu tenho um blog inclusive. Que deu tudo certo no final.

Pulando as páginas que são várias com músicas e traduções copiadas a mão e mais textos reclamando da falta de inspiração pra escrever, mas também com uma puta vida de merda era difícil achar inspiração.

Azedou. O quê será que o infeliz fez? Não lembro.

Agora uma página que me incomodou muito pois voltou a lembrança, um texto reclamando de como era ruim não ter uma tv ou rádio em casa. Sim crianças, meus primeiros três anos de casamento foi sem tv. Mas eu tô com preguiça de transcrever o texto.

Sem tv, sem rádio, internet eu nem sabia o quê era.

Aniversário da minha pequenina., Três aninhos… Hoje tem 25 anos e mãe de duas filhas.

E pra terminar ( por hora) essa volta ao passado vou transcrever o texto que está na página do meu aniversário de 20 anos.

As vezes dói saber que não somos tão importantes como gostaríamos de ser para determinadas pessoas. Bem! Eu sei o que eu quero dizer com isso. Eu não sou importante para quase ninguém.

E não é baixa autoestima não! É a mais pura e dolorosa verdade,

Ninguém se lembrou do meu aniversário, pode parecer sem importância mas para mim é importante, não é todos os dias que se faz 20 anos. Meu próprio marido não se lembrou, quem mais ia se lembrar? Pode ser que a minha mãe tenha se lembrado, mas se lembrou não ligou para me dar os parabéns. Aliás, parabéns porquê? Não sei se mereço parabéns por alguma coisa, em 20 anos de existência eu não fiz nada de importante. Então não tem porquê eu ser importante pra alguém.”

E ficamos por aqui. Ainda vou mexer nessa caixa de Pandora e terminar de contar essa história pra vocês. Mas por hora fiquem bem e bebam água.

2 comentários em “Querido diário…

  1. Muito bom esse post. Eu não gosto de dar feliz aniversário nem receber. Com exceção de ídolos. Quando uma pessoa que eu gosto e que já fez algo grande na vida com menos de 25 anos faz aniversário eu faço questão de dar os parabéns. Meu melhor amigo é um gêmeo. Eu acho o aniversário dele ainda mais triste que o meu. Imagine nascer no mesmo dia de um vagabundo que tem o mesmo DNA que você, e ter que lembrar disso todo ano. Por causa desse meu amigo que eu sempre digo que Admirável Mundo Novo é uma distopia. Imagine ter 7 irmãos gêmeos. Ser feio. Ser obrigado a fazer sexo com as mulheres mais feias da sociedade enquanto todas as outras mulheres de todas as outras castas sentem nojo de você. Só é utopia se você imaginar que vai nascer na casta mais alta. Mas só uma minoria nasce lá. A maioria nasce na mais baixa. Parabéns por esse blog. Ele foi muito importante para eu começar a escrever o meu! Por favor continue!

    Curtido por 3 pessoas

    1. Aí fiquei feliz em ler isso. Eu sou muito sensível com isso. Eu sempre acho que Aniversário é uma data especial pq é o seu dia do ano, o dia que você nasceu deveria ser importante. E se ninguém lembra é pq vc nem vale o esforço de ser lembrado. E muito obrigado pelas palavras, eu demoro um pouco pra escrever mas sempre venho ❤ e que bom que você está escrevendo tbm. Blogs são importantes

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s