As vantagens de ser invisível

Eu adoro esse título. Hoje acordei com esse filme na cabeça. Não sei porquê. Talvez seja por eu ter sonhado com um ex(qual deles jamais direi) e acordei sentimental.

Esse é um dos raros casos que vi o filme sem ler o livro. E eu amo esse filme profundamente. Meu lado menininha tem uma ligação forte com os personagens, me identifico demais com a personagem da Emma.

As vantagens de ser invisível foi lançado em 2012, eu já não era uma menininha, já tinha 32 anos, mas não importou muito a minha idade, a primeira vez que vi chorei o filme todo. E mesmo hoje nove anos depois eu choro feito um bezerro desmamado ouvindo a playlist.

A primeira coisa que me chamou atenção nesse filme é como a trilha sonora casa bem com o filme. É uma simbiose perfeita.

É um filme também sobre música e como as músicas estão presentes em momentos cruciais da nossa vida e como elas marcam nossa história.

Eu coloco a playlist no Deezer e nem preciso assistir o filme eu sei exatamente a cena que aquela música pertence.

Quando começa tocar “Come On Eileen” de Dexys Midnight Runners eu sei que é a cena do baile quando Sam e Patrick estão dançando e Charlie chega e começa a dançar.

“Asleep” do The Smiths é uma das primeiras músicas que Charlie escuta na fita cassete que o amigo dele que morreu deixa pra pra ele.

E claro, a música principal do Filme:

A MÚSICA DO TÚNEL.

Sim, eu tô gritando. E quem viu o filme sabe do que tô falando.

A música do Túnel dá o tom do filme. A Procura pela música que ninguém sabe o nome mas que ilustra o momento perfeito.

A música em questão é “Heroes” do David Bowie toca em uma das cenas mais perfeitas do filme e mais conhecida também. Quando Charlie, Sam e Patrick atravessam o túnel e Sam fica no teto solar do carro.

Esse filme tem 34 músicas, são tão bem distribuídas no decorrer do filme que a maioria completam as cenas e se incorporam na história com maestria.

Vou deixar aqui a última carta do Charlie, leia ouvindo Heroes.

Não sei se terei tempo pra mais cartas, pode ser que eu esteje muito ocupado com meus amigos. Se esta for a ultima carta saiba que andei ruim antes de começar o ensino médio, e você me ajudou.
Ainda que não soubesse do que eu falava ou conhecesse alguém que passou por isso fez com que eu não me sentisse só.
Sei que tem gente que diz que essas coisas não acontecem, tem gente que esquece o que é ter 16 anos quando faz 17.
Sei que tudo será história um dia, e que nossas fotos vão se tornar lembranças, e todos nós nos tornaremos mãe e pai.. Mas no momento, esses instantes não são histórias.. Tá acontecendo..Eu tô aqui..E tô olhando pra ela..porque ela é tão linda.. Eu consigo perceber o momento em que você sabe não ser uma história triste, você tá vivo.. Você se levanta e vê as luzes dos prédios e tudo que te faz pensar.. Ouvir aquela música na estrada com as pessoas que você mais ama no mundo..e nesse momento eu juro nós somos INFINITOS.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s